O que esperar de ‘Vingadores – Ultimato’?

O Coroa é Pop

Após mais de dez anos de sucessivos e interligados filmes, chega o momento em que nossos queridos heróis chegam ao seu Ultimato. Foram mais de vinte filmes divididos em 3 fases, em que o grupo de extraordinários com diferentes origens e poderes contentaram milhões de fãs de várias gerações ao redor do planeta, mantendo acesa a chama de contemplação da fantasia combinada das Sétima e Nona artes. Após serem aniquilados pelo poderoso Titã Thanos, os Vingadores, completamente desfalcados, se veem envoltos de duras opções: ou tentam superar as perdas sofridas e seguem em frente, ou irão vingar os desaparecidos enfrentando o Titã Louco.

Em 24 de outubro de 2014, após o enorme sucesso de Vingadores (2012), a Marvel Studios anunciou uma sequencia de novos filmes que ficaram denominadas como Fase 2 e 3, que se encerrariam com suas as sequencias – Vingadores: Era de Ultron e Vingadores: Guerra Infinita Partes 1 e 2 (Guerra Infinita foi inicialmente dividida em dois episódios, mas depois acabou se tornando dois filmes distintos). Foi revelada a aparição de Thanos com a famosa manopla do infinito com as joias reunidas, causando enorme frenesi entre os fãs mais adictos – e claro, também uma grande expectativa do que viria cinco a seis anos adiante. O resultado não poderia ser melhor: uma das melhores bilheterias de super-heróis de todos os tempos, além de ser um enorme sucesso de crítica. O impactante desfecho de Guerra Infinita criou um hype tão elevado entre os fãs e o público em geral, que há muito não se via tal coisa relacionada a cinema – centenas de milhares de ingressos se esgotaram para as pré-estreia e estreia em questão de minutos, num “estalo de Thanos”. Um oásis numa chata época em que o streaming tem dado as cartas.

Thanos e a Manopla, no primeiro vídeo-divulgação de Guerra Infinita. Reparem que a sequencia das Gemas do Infinito é diferente da que se formou no filme

Muitíssimas perguntas e teorias se formaram após Guerra Infinita e os lançamentos dos trailers do novo longa. Nem irei aqui destrinchar algumas dessas teorias, que muitas inclusive se tornaram divertidíssimos memes. Dentre tantas, a que quem irá morrer desta vez: em todos os filmes de Vingadores, houve ao menos uma morte. Cheguei inclusive a apostar com o chefe Batman Arrochado quem morreria. Será o Homem de Ferro/Tony Stark (Robert Downey, Jr)? Ou será o Capitão América/Steve Rogers (Chris Evans)? Essa deliciosa prática de teorizar o que virá a seguir sempre existiu entre os nerds/geeks/fandoms. Faz com que o hype e as expectativas sejam melhor apreciadas.

Mas afinal, o que esperar de Vingadores – Ultimato? Redenção dos heróis? Vingança dos desaparecidos? Hulk voltando a esmagar tudo? Capitã Marvel vai mesmo ser fundamental contra o Titã, como muitos especulam? Haverá de fato, uma viagem no tempo? Não sabemos ao certo – afinal, serão deleitosos 180 minutos de espetáculo visual e sonoro que chegará na madrugada de 25 de abril. O que se espera é que Ultimato cumpra o seu papel proposto – o desfecho de uma das sagas mais fantásticas da história do cinema.

E estaremos lá para conferir tais respostas – custe o que custar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *