Disputa judicial: entenda o motivo do fechamento da Livraria Cultura do Recife Antigo

Contrariando os boatos, não foi a crise econômica que causou o fechamento da Livraria Cultura do Paço Alfândega (Recife Antigo), que encerrou suas atividades na última sexta-feira (6). Em entrevista ao Diário de Pernambuco, o secretário de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Recife, Bruno Schwambach, explicou neste sábado (7) que as portas da livraria se fecharam por conta de uma disputa judicial que se arrasta há 10 anos. Atuais e antigos proprietários vinham travando este impasse e, infelizmente, a livraria estava no meio do processo. Segundo o secretário, a prefeitura tentará manter uma livraria em outro espaço.

“A Prefeitura do Recife tem dado uma atenção muito grande ao bairro do Recife. A gente está desenvolvendo um mapeamento da área e atraindo investimentos para o bairro. Uma prova disso é o Moinho Recife, que vai ser um prédio totalmente reformado. Estamos aprovando o processo de construção dele agora e a obra vai começar no segundo semestre. Então, a gente está buscando vários atrativos para o local onde a cidade começou”, declarou ao Diário.

Ainda segundo Bruno, os atuais proprietários tiveram que devolver o prédio do edifício garagem, onde ficava a Cultura, ao antigo dono – por conta da decisão judicial. O primeiro proprietário é o mesmo que construiu o imóvel e o Paço Alfândega. “Isso provocou a rescisão de contrato da livraria. A gente fica muito triste com o fechamento, mas a gente tem trabalhado para ver se mantém esse ativo no bairro, talvez num outro local, encontrar uma forma de manter um ativo tão importante do porte da Livraria Cultura”, contou.

A Livraria Cultura encerrou suas atividades no espaço após 14 anos de funcionamento (foi inaugurada em 2004). Com isso, a rede nacional contará apenas com uma loja no estado, a que fica localizada dentro do Rio mar Shopping. O empreendimento no Bairro do Recife era considerado ponto de referência para reuniões, encontros e para o hábito tradicional da leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *